Um carro avariado na noite e cinco tripulantes que hão-de desdobrar-se em ouvintes e contadores de histórias são o ponto de par-tida deste À Roda da Noite, um texto de Mia Couto levado à cena pelo Trigo Limpo em 1993. Nas histórias que se vão desfiando, ou-vem-se alguns ecos vindos de Moçambique, episódios locais transformados em narrati-vas que se cruzam sem cerimónia, mas ouvem-se, antes de qualquer outra coisa, os sons e os sentidos da matéria comum da humanidade, gente com sonhos, medos, alegrias e algumas ilusões desfeitas.


À Roda da Noite, uma adaptação a partir de vários textos de Mia Couto, estreou em 1993 sendo o espetáculo do Trigo Limpo mais vezes levado à cena.

Edição: 2017

Á Roda da Noite: 5€