24 set
SÁB
21:30
Teatro de Rua JOANA - A PASTORA A fuga das Freiras Joana é uma menina, quase uma adolescente, que gasta os dias a pastorear as suas ovelhas.
Classificação
Maiores de 6
Preço

ENTRADA GRATUITA

24 set
SÁB
21:30
Joana é uma menina, quase uma adolescente, que gasta os dias a pastorear as suas ovelhas.

Teatro de Rua

Trigo Limpo

Classificação
Maiores de 6
Preço

ENTRADA GRATUITA

Calendarização

24 set
sáb
21:30
2022
Aguiar da Beira  (Largo dos Monumentos)

JOANA - A PASTORA

A fuga das Freiras

Joana é uma menina, quase uma adolescente, que gasta os dias a pastorear as suas ovelhas.

Não vai à escola e por isso não saberá ler. Pouco se relaciona com as crianças da sua idade ou com qualquer outro adulto da sua aldeia mas, tem uma sabedoria simples e inata. Talvez se deva ao contacto estreito que mantém com a natureza e com os animais, ou à sua capacidade de sonhar através das histórias que, noite após noite, a avó insiste em contar.

Um dia, estando no monte a pastorear as suas ovelhas, encontrou aquela que seria a sua primeira boneca. Distraiu-se em brincadeiras com esta nova amiga, o que a fez perder quase todo o rebanho.

Poderá esta amizade mudar a vida de Joana?

Sobre o projeto

Em 2015, o Trigo Limpo Teatro Acert foi desafiado pelo Município de Aguiar da Beira a criar, juntamente com o grupo de teatro Grup’Arte, um espetáculo de teatro comunitário, com base no facto histórico que terá estado na origem da devoção em torno da Ermida de Nossa Senhora da Lapa.

Reza a história que uns mouros, comandados pelo General Almançor, terão atacado e saqueado aquela localidade, e que as freiras beneditinas residentes no convento que lá existia, fugiram, para escaparem ao massacre, levando consigo uma imagem de Nª Senhora, que terão escondido depois numa gruta (Lapa). Ao que consta, a dita imagem manteve-se conservada no mesmo local, tendo sido encontrada, 500 anos depois, por uma pastora.

Este foi o mote que deu origem ao espetáculo estreado em setembro de 2015. O sucesso do espetáculo na região levou a que, em 2018, voltasse à cena, renovado, a pedido do Município de Aguiar da Beira.

Em 2019 criámos o espetáculo “Quem conta um conto…” que foi refeito em 2021 com algumas inovações dramatúrgicas de forma a continuar a alimentar o imaginário popular e a memória coletiva.

Este ano, decidimos seguir o fio narrativo em torno da vida da pastora Joana, a menina que descobriu, numa ermida, a imagem da Senhora da Lapa.

Desta forma, a produção teatral A Fuga das Freiras vai-se transformando numa das marcas culturais de Aguiar da Beira.

Calendarização

24 set
sáb
21:30
2022
Aguiar da Beira  (Largo dos Monumentos)

Ficha técnica e artística

Direção Artística: Trigo Limpo teatro ACERT

Dramaturgia, encenação, adereços e figurinos: Ilda Teixeira e Sandra Santos

Apoio à dramaturgia e encenação : Pompeu José

Direção musical: Tiago Sami Pereira

Desenho e Operação de luz: Paulo Neto

Sonoplastia: Luís Viegas

Desenho Gráfico: Zétavares

Equipamento de luz e som: Stageland

Carpintaria de cena: Carmoserra

Secretariado: Marta Costa

Produção: Trigo Limpo e Grup’Arte

Fotografia: Daniel Nunes

Interpretação: atores do grupo de teatro Grup’Arte e participantes locais

Participação musical:

Concertinas: Clave de Sol e Grupo da Farra
Grupo de Bombos de Carapito, Rancho Folclórico de Pena Verde, Conservatório Regional de Música de Ferreirim

Parceiros: Cant'arte Associação Cultural

Atores do grupo de teatro Grup’arte: Ana Parra, Anabela Melo, Carlos Campos, João Carlos Campos, Joaquim Barranha, José Amaral, José Luís Frias, Margarida Ferreira, Matilde Bento, Raquel Caetano, Raquel Valverde, Teresa Campos e Vasco Costa.

Participantes Locais: Alcina Frias, Aristides Santos, Beatriz Gonçalves, Catarina Gomes, César Vicente, Constança Baltazar, Ema Abreu, Fátima Vicente, Leonardo Nunes, Margarida Pereira, Maria Alice Duarte, Maria Cosma, Maria do Céu Nunes, Maria Gorete Gradiz, Maria Luísa Bernardo, Maria Miguel Valverde, Maria Olívia Nunes, Maria Salomé Pinto, Martim Baltazar, Nuno Vaz, Paulo Pinto, Rafael Ferreira, Sílvio Duarte e Vera Nunes.

Participação musical: Concertinas: Clave de Sol (Simão Ribeiro), Grupo da Farra (Laurentino Pinto), Grupo de Bombos de Carapito, Alunos Ensino Especializado da Música Aguiar da Beira - Conservatório Regional de Música de Ferreirim – Margarida Martins, Ana Maria Teixeira, Bernardo Dias e Tomás Pires.

O Trigo Limpo teatro ACERT é uma estrutura financiada por: Ministério da Cultura, Direção-Geral das Artes e Câmara Municipal de Tondela

Agradecimentos: Câmara Municipal de Moimenta da Beira

Organização: Câmara Municipal de Aguiar da Beira