27 mar , 2015
SEX
co-produção Don juan - que no pare el mambo! Coprodução Trigo Limpo Teatro ACERT/Voadora com a Universidade Sénior do Rotary Club de Tondela Um Don Juan que não tem idade para se apaixonar
Classificação
Maiores de 12
27 mar , 2015
SEX
Um Don Juan que não tem idade para se apaixonar

co-produção

fora de cena

Classificação
Maiores de 12

Calendarização

01 out
qua
até
31
MAR
TER
Tondela  (Auditório 1)
27 mar
sex
Tondela  (Auditório 1)

Don juan - que no pare el mambo!

Coprodução Trigo Limpo Teatro ACERT/Voadora com a Universidade Sénior do Rotary Club de Tondela

Espetáculo que parte de um texto clássico de Molière para questionar os modos como nos relacionamos com o amor em diferentes etapas da vidaDon Juan (2.ª etapa)
Em 2014, em coprodução com a Companhia Voadora, da Galiza, e em colaboração com a Universidade Sénior de Tondela, o Trigo Limpo teatro ACERT desenvolveu um processo de criação artística em torno do texto D. Juan, de Molière, que culminou com uma apresentação, no dia 21 de Novembro, integrada no Finta – Festival Internacional de Teatro ACERT.

Após esta apresentação, e feita a avaliação do trabalho desenvolvido por todos os intervenientes, o trabalho de criação prosseguiu com o objetivo de dar mais espaço, e tempo, à afirmação do potencial criador deste Don Juan.

De uma emoção forte e genuína, de uma primeira etapa reveladora de um caminho a percorrer, lança-se de novo o desafio de “ir mais longe” e continuar a transpor para o palco tudo aquilo que ainda está por descobrir.

A Companhia Voadora e o Trigo Limpo teatro ACERT propõem uma segunda etapa deste processo, que procurará transformar em teatro a súmula de tudo o que são as nossas vidas, para que cada vez mais sejamos nós mesmos em confronto com o sonho, para que cada vez mais sejamos nós mesmos o amor, a sedução e o fascínio de sermos nós: só isso, apenas.

Ficha técnica e artística

Coprodução: Trigo Limpo Teatro ACERT/Companhia Voadora da Galiza e Universidade Sénior do Rotary Club de Tondela  
Texto: “D. Juan” de Moliére
Tradução de Nuno Júdice    
Encenação: Marta Pazos
Assistência de encenação: Ilda Teixeira
Música Original: Hugo Torres e Jose Díaz
Cenografia: Zé Tavares
Produção: Marta Costa
Interpretação: António Rodrigues, Arlete Castanheira, Arlete Vinhanova Tavares, Celeste Nápoles, Céu Rodrigues, Conceição Simões, Elvira Figueira, Ema Mateus, Felisberto Figueiredo, Filomena Matos, Hermínia Pinheiro, Isabel Duarte, Isolinda Figueiredo, João Rebelo, José Agostinho Marques , Lisete Gonçalves, Maria Celeste Santos, Maria Clara Marques, Maria do Céu Santos, Paula Torres Bruno, Raquel Silva e Salete Rebelo.


Galeria de Imagens