14 nov
sáb
21:45
finta Anjo Criação de Ángel Fragua em coprodução com o Teatro de Vila Real Contada na primeira pessoa, a história de uma jovem Síria apanhada pela guerra, a história de tanta gente que viu o seu mundo desabar de um dia para o outro.
Classificação
Maiores de 14
Duração
65 Min.
Preço
Normal: 7,5€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,5€
Preço de família disponível Caderneta Finta: 20€ / Associados: 15€
14 nov
sáb
21:45
Contada na primeira pessoa, a história de uma jovem Síria apanhada pela guerra, a história de tanta gente que viu o seu mundo desabar de um dia para o outro.

finta

teatro

Classificação
Maiores de 14
Duração
65 Min.
Preço
Normal: 7,5€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,5€
Preço de família disponível Caderneta Finta: 20€ / Associados: 15€

Calendarização

14 nov
sáb
21:45
Tondela  (Auditório 1)

Anjo

Criação de Ángel Fragua em coprodução com o Teatro de Vila Real

Inspirado numa história verdadeira

Há uma rapariga na Síria conhecida por “Anjo”. É Rehana. Tem 19 anos, estuda direito e é filha de pais agricultores. Rehana vive em Kobane - uma pequena cidade da Síria junto à Turquia - que um dia é invadida pelo ISIS. Rehana foge para a fronteira com a intenção de chegar à Turquia, mas a memória do pai que ficou para trás é mais forte.

Rehana volta para Kobane e vai à procura do pai. Nessa altura, é capturada pelo ISIS e vendida como escrava sexual. Rehana consegue fugir e unir-se ao YPJ - Unidades Femininas de Proteção. A vida vertiginosa acelera: torna-se franco-atiradora, mata 100 invasores e passa a ser temida pelo Estado Islâmico, cujos membros acreditam que quem é morto por uma mulher não consegue entrar no paraíso e ter direito às setenta e duas virgens, no outro mundo.

Rehana é uma rapariga, o “anjo” de Kobane. Uma história narrada por Rehana, que conta a sua própria história diretamente ao público, através da 'quarta parede'.

Sobre o espetáculo
“... A encenação de Fragua é virtuosa pela simplicidade, ritmo e dinâmica de discurso, pelo desenho de luz subtil e belo de Pedro Pires Cabral e pelo incrível figurino de Cláudia Ribeiro (...) que potencia e sublinha o carácter exótico e distante da história contada.

(…) Anjo é um espetáculo que se recebe como quem está perante um único contador de histórias, que se desmultiplica em muitas outras vidas. Anjo tem o condão de captar o espectador do primeiro ao último instante, e fica-se siderado ao testemunhar a emoção concedida a cada uma das personagens, pelo rigor da interpretação, que num palco totalmente negro nos faz ver paisagens e acontecimentos tão distantes”.

Statt Miller – Membro APCT (Associação Portuguesa de Críticos de Teatro)

in O calcanhar de Aquiles 25/03/2019

Sobre o Autor

HENRY NAYLOR, escritor, ator e diretor. Depois de visitar o Afeganistão destruído pela guerra, Henry começou a escrever dramas teatrais sobre a Guerra contra o Terror. A sua primeira peça, The Collector, sobre os horrores da tortura no Iraque, ganhou o prestigiado Fringe First. O drama Echoes conquistou 10 grandes prémios internacionais e foi apresentado na Broadway, em Nova York, e no West End, em Londres. Angel completou sua trilogia de Arabian Nightmares. No Fringe, de Edimburgo, Henry tornou-se um dos únicos escritores a ganhar o Fringe First duas vezes. O jornal londrino The Times descreve-o como “um dos nossos melhores dramaturgos contemporâneos”.

PLANO DE CONTIGÊNCIA – COVID-19
Assista aos espetáculos em segurança!
Colabore connosco!

Ficha técnica e artística

Interpretação: Mara Correia
Encenação: Ángel Fragua
Tradução: José Paulo Tavares
Desenho de Luz: Pedro Pires Cabral
Figurino: Claúdia Ribeiro
Trechos musicais: Isabel Maria Silva
Fotografia de cena: Lino Silva
Registo Vídeo: Look Closer
Desenho Cartaz e programa: Paulo Araújo
Comunicação: Inquieta - produção e comunicação cultural
Produção: Ángel Fragua e Teatro de Vila Real


Galeria de imagens