24 ABR
QUA
21:45
concerto As Portas Que Abril Abriu Coprodução Novo Ciclo ACERT e Filarmónica Tondelense e Coro Polifónico da Casa Do Povo De Tondela Espetáculo comemorativo dos 50 anos do 25 de abril 23
Classificação
Maiores de 14
Preço

Entrada Gratuita

24 ABR
QUA
21:45
Espetáculo comemorativo dos 50 anos do 25 de abril 23

concerto

Comemorações 25 de Abril

Celebrações do 25 de Abril

Classificação
Maiores de 14
Preço

Entrada Gratuita

Calendarização

24 abr
qua
21:45
2024
Tondela  (Auditório Carla Torres)

As Portas Que Abril Abriu

Coprodução Novo Ciclo ACERT e Filarmónica Tondelense e Coro Polifónico da Casa Do Povo De Tondela

A música de intervenção,
a liberdade das palavas e a
participação de todos, assim
celebramos o 25 de Abril.
Sempre!

Evocar o 25 de Abril tem sempre uma memória musical associada. Neste espetáculo não será diferente, e a
música – reconhecidamente de intervenção – tomará conta do auditório, com uma narrativa com lugar para a palavra dita, projeções de imagens e a participação do público.

O repertório selecionado, para além de temas associados à música de intervenção de autores nacionais, convoca ainda músicas de outros países que simbolizaram movimentos de transformação social e política. É exemplo a música composta por Piotr Ilitch Tchaikovski “Abertura 1812”, assim como outras mais contemporâneas de autores brasileiros, italianos, cubanos e chilenos que representaram hinos de liberdade que ainda hoje permanecem na memória viva da música de intervenção.

Com interpretação da Filarmónica Tondelense, do Coro Polifónico da Casa Do Povo De Tondela, assim como
vozes e instrumentistas da região, esta promete ser uma noite repleta de momentos surpreendentes e de
um encontro comunitário que se revelará ainda em momentos de atuação a anunciar.

Esta coprodução dá continuidade a um conjunto de parcerias que se vêm mantendo desde há muitos anos
entre a ACERT, a Filarmónica Tondelense e o Coro Polifónico no desenvolvimento de atividades conjuntas
e espetáculos reveladores de uma amizade própria de quem vive plenamente a missão de ser comunidade.

Calendarização

24 abr
qua
21:45
2024
Tondela  (Auditório Carla Torres)

Ficha técnica e artística

Novo Ciclo ACERT

Coordenação Musical – Mário Cruz

Coordenação Artística | Diaporama/projeções – José Rui Martins

SOCIEDADE FILARMÓNICA TONDELENSE

Sob a Direção Musical do Maestro

Mário Cruz

Flauta: Ana Beatriz Fernandes, Clara Cunha, Inês, Maria João Viana, Maria Matos

Clarinete: Ana Beatriz Martins, Ana Sofia Mateus, Beatriz Rebelo, Carolina Antunes, Maria João Silva, Mariana Vieira, Patrícia Moltchanova

Fagote: Mateus Nazário

Saxofone: Afonso Viana, André Moura, Hilário Ferreira, Isabel Costa, João Diogo Nunes, Martim Cordeiro, Vera

Trompete: André Brás, Cardoso, Maria Gonçalves, Maria Francisca, Rui Coimbra, Rodrigo Santos,  

Trompa: Augusta, Guilherme Costa, Henrique Borges

Trombone: Cláudio Pereira, João Almeida, Salvador Pacheco, Santiago Ferreira, Vasco Macela

Bombardino: Francisco Coutinho 

Tuba: Carlos Vale, Cláudio Pereira

Percussão: André Dias, Daniel Figueiredo, Mário, Martim Matos, Miguel Rodrigues, Rafael Saraiva, Vasco Marques

Voz: Carlos Lima, Mia Henriques, Marta Silva e Sandra Martins

Guitarra Baixo: Miguel Cardoso

Piano: Gustavo Silva, Maria Cardoso 

Maestro da Banda Filarmónica e Coordenação Musical: Mário Cruz 

CORO POLIFÓNICO DA CASA DO POVO DE TONDELA

Sob a Direção do Maestro Cristóvão Ramalho

Agostinho Marques, Alexandrina Jesus, Amílcar Pereira, António Costa, António Figueiredo Nunes, António Lourosa, Aurora Pina, Carlos Alberto Henriques Cardoso, Dina Rodrigues, Dulce Coimbra Lopes, Eduarda Sousa, Elsa Generosa Vieira, Elvino Mota, Felisberto Figueiredo, Fernanda Ribeiro, Fernando Nunes Marques, Isabel Coimbra, Isabel Cruz, Jorge Manuel Crisóstomo, José Costa, Luís Paz, Lurdes Pizarro, Maria Aldina Santos, Maria Conceição Simões, Maria de Fátima Tavares, Maria do Rosário Soutinho, Maria Eduarda Simões, Maria Luísa Almeida, Maria Rosa Ferreira, Natália Fernandes, Otília Carmo, Paula Henriques, Tatiana Alves, Virgílio do Vale Neves

 

Declamação: elenco do Trigo Limpo teatro ACERT

Desenho de Som e Luz: Luís Viegas e Ricardo Leão

Produção: José Abrantes e Marta Costa