01 JUL
SÁB
23:00
estreia The Mortys Coprodução: Novo Ciclo ACERT e Sociedade Filarmónica Tondelense O Rock and Roll está nas boas mãos de músicos de Tondela
Classificação
Maiores de 6
Preço

ENTRADA LIVRE

01 JUL
SÁB
23:00
O Rock and Roll está nas boas mãos de músicos de Tondela

estreia

concerto

Concerto na rua

co-produção

Co-Produção RTCP

Classificação
Maiores de 6
Preço

ENTRADA LIVRE

Calendarização

01 jul
sáb
23:00
2023
Tondela  (Pátio Novo Ciclo ACERT)

The Mortys

Coprodução: Novo Ciclo ACERT e Sociedade Filarmónica Tondelense

O Rock nunca passará à história. O Rock é, por si só, uma página intemporal da história da música. Um capítulo memorável de um género musical que teve a sua origem nos anos 50 do século passado e que perdura numa renovação permanente. Se o ainda famoso “Rock Around the Clock" de Bill Haley se tornou, em 1955, a primeira canção de rock and roll a chegar ao topo da parada de vendas, já Elvis Presley e Big Joe Turner tinham atingido um ano antes uma projeção notável. Mais de sete décadas depois, as “malhas” famosas e intemporais das guitarras tocadas por verdadeiros mestres, como Eric Clapton, Jimmy Page, David Gilmour, Mark Knopfler, Slash entre muitos outros, acasalaram-se nas vozes e coros inconfundíveis dos Beatles, Rolling Stones, Doors, Pink Floyd… nos muitos subgéneros do rock que se afirmam a cada momento. Em Portugal, o rock ganhou grande notoriedade e adesão nos anos 60 pelo talento de grupos como Chinchilas, Sheiks, Quarteto 1111, Petrus Castrus… e, a partir dos anos 80, por muitas e reconhecidas bandas que, em português, idealizaram temas de antologia, sendo de destacar, entre eles, Rui Veloso e Xutos e Pontapés.

As novas gerações de músicos e espetadores têm preservado este legado, sendo as formações com menos visibilidade pública quem, incessantemente, nos locais menos previsíveis, continuam a dar um forte contributo com os seus originais e a interpretação de temas de eleição de todos os tempos.

“The Mortys” resultam deste reavivar de memórias. Formado em 2022, este grupo de Tondela, composto por jovens músicos formados sob a orientação de José Cardoso, aceitou o desafio do Novo Ciclo ACERT para a criação de um espetáculo especial que manifestasse a sua afeição e dedicação a um género musical, cujos temas de várias épocas continuam a seduzir audiências. Como convidados, outros jovens músicos de instrumentos de sopro pertencentes à Sociedade Filarmónica Tondelense enriquecerão uma atuação que valoriza e promove a criação musical local e a projeta para mais aventuras artísticas.

Sobre a Sociedade Filarmónica Tondelense:

Fundada a 12 de setembro de 102 e reorganizada em 1920. Mais de 100 anos tem a Filarmónica Tondelense. A Banda possui atualmente cerca de 50 elementos com idades compreendidas entre os 11 e os 83 anos, vem atuando de norte a sul do país. Possui também uma escola de música com cerca de 40 alunos, com aprendizagem de formação musical e vários instrumentos musicais. A Filarmónica Tondelense representou o lugar pioneiro no campo artístico de Tondela como alternativa que no ensino artístico e nas diversas atuações musicais que representava a população do concelho.

Calendarização

01 jul
sáb
23:00
2023
Tondela  (Pátio Novo Ciclo ACERT)

Ficha técnica e artística

Direção Musical de José Cardoso

Bateria: Daniel Figueiredo

Guitarra: Gonçalo Paixão

Guitarra: António Ribeiro

Baixo e Voz: José Cardoso