26 mar
DOM
dia mundial do teatro SOB A TERRA Leirena Teatro Aqui, nada é natural, só o comportamento é que é naturalmente absurdo.
Classificação
Maiores de 6
Duração
75 min
Preço

ENTRADA GRATUITA
CELEBRAÇÃO DO DIA MUNDIAL DO TEATRO

26 mar
DOM
Aqui, nada é natural, só o comportamento é que é naturalmente absurdo.

dia mundial do teatro

teatro

Comunidade n'ACERT

Classificação
Maiores de 6
Duração
75 min
Preço

ENTRADA GRATUITA
CELEBRAÇÃO DO DIA MUNDIAL DO TEATRO

Calendarização

26 mar
dom
18:00
2023
Tondela  (Aud. Carla Torres)

SOB A TERRA

Leirena Teatro
Comemorações do Dia Mundial do Teatro 2023
SINOPSE

Absurdamente donos do seu nariz, estas figuras só se preocupam com o que é seu. Quebrar rotinas e comportamentos de risco é uma ilusão nesta aldeia. A irresponsabilidade e a ignorância impera, mesmo quando há quem procura chamar a atenção face ao perigo. Aqui, nada é natural, só o comportamento é que é naturalmente absurdo. No final, só se espera que nada voltará a ser igual porque a culpa não morre solteira.
SOBRE O ESPETÁCULO

SOB A TERRA é um espetáculo que resulta da transdisciplinaridade de várias artes - teatro, música, artes visuais e multimédia. Apesar de ser um espetáculo transdisciplinar, o teatro é o seu foco principal. Com o SOB A TERRA procura-se sensibilizar as pessoas acerca de um problema urgente que são os incêndios e chamar a atenção para a realização de boas práticas na utilização do fogo e para a proteção e valorização da floresta através de uma dramaturgia dividida em três atos. Este é um espetáculo com encenação de Frédéric Da Cruz Pires, música ao vivo pela artista Surma e com projeção de desenho digital em tempo real pelo artista Nuno Viegas.
VÍDEO TEASER

Calendarização

26 mar
dom
18:00
2023
Tondela  (Aud. Carla Torres)

Ficha técnica e artística

Dramaturgia: Luís Mourão
Direção artística e encenação: Frédéric da Cruz Pires
Atores: Carolina Ventura, Frédéric da Cruz Pires, Carlos Vieira, Inês Valinho, João Moital, Luís Mouzinho e Tânia Chavinha
Música original: Surma

Desenho Digital : Nuno Viegas

Conceito máquina cénica: Leirena Teatro
Execução máquina cénica: Junca Teatro e Casota Collective
Direção técnica: André Pina
Técnico de Som: Nuno Rancho
Maquinista: António Agostinho
Documentário: Álvaro Romão

Design gráfico : Paulo Fuentez
Gestão do projeto/ produção: Adriana Dourado
Uma criação: Leirena Teatro
Coprodução: AGIF - Agência de Gestão Integrada de Fogos Rurais, República Portuguesa - XXIII Governo, Ministério da Cultura e Direção Regional de Cultura do Centro.
Agradecimento: União das Freguesias de Marrazes e Barosa e Paróquia de Leiria (Paulo VI).