25 mar, 2021
QUI
exposição Coro de Diabos Exposição de Máscaras de Victor Sá Machado Máscaras demoníacas que são, afinal, resquícios de muitas tradições e novas leituras de um medo ancestral que escolhemos arrumar na figura do diabo.
25 mar, 2021
QUI
Máscaras demoníacas que são, afinal, resquícios de muitas tradições e novas leituras de um medo ancestral que escolhemos arrumar na figura do diabo.

exposição

gratuito

Calendarização

25 mar
qui
17:00
Tondela  (Foyer e Restaurante ACERT)

Coro de Diabos

Exposição de Máscaras de Victor Sá Machado

EFEITOS DAS NOVAS MEDIDAS DE CONFINAMENTO

Face ao novo confinamento decretado pelo governo que estabelece que os estabelecimentos culturais estejam fechados, a ACERT informa que irá CANCELAR todos os espetáculos e atividades culturais previstas para janeiro, encerrando o seu espaço até ao dia 19 de abril.

 

Depois de ter marcado a trajectória do Trigo Limpo Teatro ACERT com a criação de objectos e adereços para vários espetáculos, Victor Sá Machado regressa agora a Tondela com esta exposição que nos aguça a inspiração e a criatividade.

“O diabo assumiu quase sempre a personificação do mal na simbologia cristã. A ameaça constante da sua presença, o medo que provocava nas gentes, fizeram com que muitos sejam os nomes que a tal criatura foram dados, ao longo do tempo e em muitos lugares, pela tradição popular: Diabo, Demo ou Demónio, Satã ou Satanás, Belzebu, Mafarrico, Lúcifer, Chifrudo, Pé-de-bode e muitos mais, que serão desconhecidos para a maioria de nós(...).
São pesadas as máscaras de Vitor Sá Machado, o ferro com que o autor as forjou determina-lhes o peso. Não foram feitas para esconder a face em festas carnavalescas ou solsticiais. Foram feitas para nos despertar histórias, histórias cómicas ou trágicas, histórias de homens e de deuses (...). ”
Renato Roque, Julho 2019

Vítor Sá Machado, nasceu em Lisboa a 27 de Setembro de 1947. Fez o Curso de Arte, Decoração e Design no IADE. Trabalhou como designer gráfico, como ilustrador e caricaturista para várias publicações nacionais. Criou adereços e cenários para RTP, SIC e TVM (Moçambique). Destaca-se o seu trabalho no teatro, na criação de adereços, cenários e máscaras para diversas companhias. Participou em muitas exposições colectivas e individuais desde 1985, com escultura, cerâmica, objectos, pintura, aguarela e caricatura.

PLANO DE CONTIGÊNCIA – COVID-19
Assista aos espetáculos em segurança!
Colabore connosco!

Ficha técnica e artística

Máscaras: Victor Sá Machado
de 25 março a 31 maio de 2021
Foyer e Restaurante ACERT
Entrada Gratuita