26 out , 2019
SÁB
teatro 9 Mulheres A partir de Lisístrata de Aristófanes - Teatro Amador de Pombal A voz das mulheres, tantas vezes silenciada, a furar a História para se fazer ouvir.
Classificação
Maiores de 16
Duração
70 min.
Preço

Preço: 2€

26 out , 2019
SÁB
A voz das mulheres, tantas vezes silenciada, a furar a História para se fazer ouvir.

teatro

Classificação
Maiores de 16
Duração
70 min.
Preço

Preço: 2€

Calendarização

26 out
sáb
21:45
Tondela  (Auditório 2)

9 Mulheres

A partir de Lisístrata de Aristófanes - Teatro Amador de Pombal

Se as mulheres na Antiga Grécia fizeram greve ao sexo para obrigarem os seus homens a regressarem a casa e acabarem com a guerra, porque é que a guerra ainda não acabou? A verdade é que, naquela comédia de Aristófanes, Lisístrata, as mulheres se uniram e conseguiram acabar com a guerra entre Atenas e Esparta. Mas os ecos das suas vozes corajosas e obstinadas foram-se muitas vezes perdendo ao longo da História e a guerra foi sempre acontecendo. À voz daquelas mulheres, outras vozes se juntaram. Vozes de mulheres oprimidas das mais variadas formas, que foram encontrando outras formas de se fazer ouvir, às vezes, formas violentas. Resolvemos, então, colar estas vozes distintas e separadas por vinte e cinco séculos para refletirmos, hoje, sobre a Voz das Mulheres.

Teatro Amador de Pombal
Durante os mais de quarenta anos de existência, o Teatro Amador de Pombal realizou mais de 600 espetáculos, a nível nacional e internacional, sendo as suas produções teatrais de escritores portugueses e estrangeiros, e algumas criações colectivas. A partir de 2004, o TAP inicia a colaboração com encenadores profissionais, tendo como objetivos uma melhor formação teatral dos seus elementos bem como a apresentação de espetáculos com maior qualidade.

26 e 27 de outubro

MOSTRA DE TEATRO AMADOR

Esta mostra, que terá continuidade ao longo da programação do próximo ano, pretende dar um destaque especial ao trabalho desenvolvido por companhias que se mantêm no ativo pelo prazer de estar num palco, num ato único e irrepetível, num ato de amor pelo teatro.
É também um olhar para o que foi, muito orgulhosamente, a origem do Trigo Limpo teatro ACERT, uma evocação de tempos idos e felizes, berço dos tempos de agora onde, mais crescidos, temos a capacidade de reconhecer que o caminho se faz caminhando.

Ficha técnica e artística

Encenação: Sara de Castro e Rui M. Silva
Elenco: Carla Ribeiro, Daniela Gaspar, Gabriel Bonifácio, Humberto Pinto, Joana Ferreira, Joana Mendes, Patrícia Rolo e Paulo Rodrigues
Figurinos: Ana Gameiro
Cartaz: Rui Cavalheiro

 


Galeria de imagens