20 out, 2018
SÁB
concerto Tocar o chão Carlos Peninha Música portuguesa a viajar entre palavras, ritmos e harmonias de muitas geografias.
Preço

5/7,5

20 out, 2018
SÁB
Música portuguesa a viajar entre palavras, ritmos e harmonias de muitas geografias.

concerto

Preço

5/7,5

Calendarização

20 out
sáb
Tondela  (Auditório 1)

Tocar o chão

Carlos Peninha

Tocar o Chão é um projeto musical de canções da autoria de Carlos Peninha, criadas a partir de poesia em língua portuguesa. Algumas delas já integraram outros projetos musicais, sendo a maioria originais que ganharam novos arranjos e interpretações vocais.

Carlos Peninha, desde há muitos anos, tem vindo a compor temas para música de cena, nomeadamente para várias produções teatrais do Teatro Trigo Limpo Teatro ACERT, tal como músicas que integram edições discográficas de outros grupos e autores, para além de participar como instrumentista em gravações e como convidado em espetáculos de outros músicos, por exemplo, Zeca Medeiros ou Luis Pastor, que são duas das vozes convidadas no Cd Tocar o Chão.

Carlos Peninha explora musicalmente a mestiçagem entre a música portuguesa, o jazz e ritmos de várias latitudes. Nos últimos anos, o projeto foi adquirindo matizes marcantes que resultam das afinidades estabelecidas com os músicos o acompanham, com destaque para Sara Figueiredo na voz. Muitos são os poetas companheiros de viagem nas composições que interpreta: Jorge de Sena, Teodomiro Leite de Vasconcelos, Miguel Torga, Amílcar Cabral, Eugénio de Andrade, António Quadros, Ruy Belo ou João Luís Oliva entre outros.

Tocar o Chão é o nome deste primeiro CD a solo de Carlos Peninha. Um oportuno momento de celebração da poesia de língua portuguesa vestida com música de raiz portuguesa temperada com sabores de multiculturalidade.

PREÇO: 7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ / Bilhete família disponível

Partilhar no Facebook

Share_facebook.jpg

Ficha técnica e artística

Voz: Sara Figueiredo

Flauta e Voz: Luísa Vieira

Guitarras e Voz: Carlos Peninha

Guitarra nylon: André Cardoso

Trompete e Fliscorne: Daniel Tapadinhas

Baixo eléctrico: Miguel Cardoso

Percussão: Flávio Martins

Animação, ilustração e projeção video: Mariana Marques