15 out, 2018
SEG
lançamento de cd Cd '15 de outubro' Paulo Nuno Um disco que nasce dos incêndios de 2017, em Tondela, lembrando o medo sem deixar de exaltar a necessidade de reagir.
15 out, 2018
SEG
Um disco que nasce dos incêndios de 2017, em Tondela, lembrando o medo sem deixar de exaltar a necessidade de reagir.

lançamento de cd

gratuito

Calendarização

15 out
seg
Tondela  (Auditório 2)

Cd '15 de outubro'

Paulo Nuno

"A memória humana é inerentemente reconstrutiva, e é da reconstrução de uma dura memória, a do dia 15 de Outubro de 2017 em Tondela, que este disco resulta. Uma reconstrução catártica e necessária de um encadeamento de acontecimentos e decisões, comuns aos de tantos outros nesse dia, nesse local. A reconstrução possível, onde palavras penariam por se adequar, de emoção e sensação de quem viu a sua vida e a dos seus cercada pelo uivo do fogo. Uma reconstrução íntima, na primeira pessoa, que nos transporta para momentos onde não almejamos estar mas que devemos partilhar, para não esquecer, e para a partir daí reunir fôlego.

Alicerçado em explorações da guitarra eléctrica e efeitos, João Palavra (Paulo Nuno Martins) conta-nos com mestria e sinceridade o seu 15 de Outubro, num disco ambiental e cinemático, mas mais assertivo do que expansivo. Com o seu estúdio caseiro inutilizado pelo vil lume, foi no retiro dos estúdios da ACERT que as memórias foram gravadas e arranjadas nos meses que se sucederam, resultando não só num registo emotivo de um que dia abalou toda uma região, como numa obra degustável por direito próprio.

15 de Outubro aproxima-se da linhagem da música Ambient (ao longo do disco ecoam vinhetas passíveis de evocar Biosphere, William Basinski, ou Windy & Carl), seguindo porém um caminho mais contido e direto na reconstrução sequencial de um dia que foi mais longo que os outros."

Pedro Marques

Entrada gratuita

Partilhar no Facebook

Share_facebook.jpg

Ficha técnica e artística

Músicas, gravação e mistura: João Palavra

Masterização e fotografia: Gustavo Dinis

Design: Zétavares

Agradecimentos: ACERT

 

Gravado no estúdio da ACERT entre Novembro(2017) e Janeiro(2018)