15 dez, 2018
SÁB
gratuito Baleia baleia baleia O rocknroll continua bem vivo e os baleia baleia baleia prometem confirmar-lhe a vitalidade e a constante reinvenção.
15 dez, 2018
SÁB
O rocknroll continua bem vivo e os baleia baleia baleia prometem confirmar-lhe a vitalidade e a constante reinvenção.

gratuito

café-concerto

Calendarização

15 dez
sáb
Tondela  (Bar ACERT)

Baleia baleia baleia

Há mais ou menos dois anos, por alturas do TRC ZigurFest, escrevíamos que “nada nem ninguém nos preparou para os Baleia Baleia Baleia”. Desde então que nos cruzámos com eles em palcos de norte a sul do país, numa antecipação crescente para este dia: aquele em que damos a conhecer o primeiro longa-duração da dupla portuense. E o mais provável é que mesmo assim ninguém esteja pronto para o que aí vem. Nascidos no seio da Zigur e formados por Manuel Molarinho (baixo e voz) e Ricardo Cabral (bateria), os Baleia Baleia Baleia são um daqueles casos em que apetece dizer que o todo é maior do que a soma das partes.

É difícil não devorar o disco de um trago e levar a passear na mente as letras, melodias e refrães pegajosos de temas que já fazem parte do imaginário colectivo da banda.
Trocado por miúdos, o mesmo é dizer que os Baleia Baleia Baleia não estão para brincadeiras e prometem festa a rodos com o seu punk-rock dançável e sempre - mas mesmo sempre - mordaz.

Ficha técnica e artística

Baixo e voz: Manuel Molarinho

Bateria: Ricardo Cabral