12 jul, 2017
QUA
concerto Ricardo ribeiro Dono de uma voz densa e potente, Ricardo Ribeiro canta o fado sabendo que nele cabem outras raízes e ecos musicais. Das casas de fado lisboetas aos grandes palcos do mundo, chega agora ao Tom de Festa para mostrar o seu trabalho.
12 jul, 2017
QUA
Dono de uma voz densa e potente, Ricardo Ribeiro canta o fado sabendo que nele cabem outras raízes e ecos musicais. Das casas de fado lisboetas aos grandes palcos do mundo, chega agora ao Tom de Festa para mostrar o seu trabalho.

concerto

Calendarização

12 jul
qua
Tondela  (Palco 1)

Ricardo ribeiro

Desde 2004, ano em que foi editado o seu primeiro disco, homónimo, que Ricardo Ribeiro tem vindo a revelar um percurso onde a dedicação ao fado e a vontade de descobrir novas sonoridades convivem sem conflito. Antes dos discos, já o fadista tinha passado por vários palcos, de concertos em coletividades à Grande Noite do Fado, construindo um caminho que foi alternando entre a música, sempre presente, e trabalhos como a construção civil ou o pastoreio. No restaurante Os Ferreiras, na Pena, cantou inúmeras noites, tendo tido a oportunidade de o fazer ao lado do guitarrista Adelino dos Santos e de Fernando Maurício, que considera o seu mestre. Seguiram-se outros palcos e vários discos, entre eles uma colaboração com o tocador libanês de alaúde Rabih Abou-Khalil.

Em 2016, publicou-se o seu disco mais recente, Hoje É Assim, Amanhã Não Sei, e desde aí que vários palcos, em Portugal e no estrangeiro, têm recebido a presença do fadista. Em Tondela, teremos oportunidade de conhecer melhor esse disco, com direito a algumas viagens pelos álbuns anteriores de um percurso que conta já com muitos anos de trabalho. De Fernando Maurício aos sons do Médio Oriente, do fado vadio aos cantares ciganos, tudo o que se cruza na música de Ricardo Ribeiro confirma sem vacilar as razões da universalidade deste património a que chamámos fado.