03 dez , 2016
SÁB
teatro Em memória ou a vida inteira dentro de mim Coprodução Gambozinos e Peobardos – G-T. da Vela com o Trigo Limpo Teatro ACERT Em memória ou a vida inteira dentro de mim é a história de um pai que perde um filho contada pelo próprio pai.
Classificação
Maiores de 12
Duração
55 minutos
Preço

7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ /Bilhete família disponível

03 dez , 2016
SÁB
Em memória ou a vida inteira dentro de mim é a história de um pai que perde um filho contada pelo próprio pai.

teatro

Classificação
Maiores de 12
Duração
55 minutos
Preço

7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ /Bilhete família disponível

Calendarização

03 dez
sáb
21:45
Tondela  (Auditório 1)

Em memória ou a vida inteira dentro de mim

Coprodução Gambozinos e Peobardos – G-T. da Vela com o Trigo Limpo Teatro ACERT

Neste espetáculo a relação do público com a representação é de grande proximidade. O palco e a plateia são um sítio único. O público faz parte da cena e partilha o espaço de representação. No dia internacional da pessoa com deficiência fazemos uma apresentação especial em que todos faremos uma nova experiência de comunicação, aproximando-nos de uma realidade que desconhecemos.
Um dia único. Ser solidário também é experimentar.

No final da noite do velório, já de madrugada, Cláudio vai desfiando um rosário de recordações na tentativa desesperada de compreender o sucedido. Relembra fragmentos da sua vida, dialoga com várias personagens (inclusive com o filho), em busca de uma lógica impossível para a tragédia. Tenta organizar o caos que lhe vai dentro, num desabafo dorido mas, por vezes, irónico, verbalizando o que não tem explicação: o desespero de nos confrontarmos com o fim…

Ficha técnica e artística

Texto a partir de “Até ao Fim” de Vergílio Ferreira
Dramaturgia: António Rebelo, Pedro Sousa e Pompeu José
Encenação: António Rebelo e Pedro Sousa
Interpretação: Pompeu José
Participação especial: António Rebelo e Pedro Sousa
Cenografia e design gráfico: Zétavares
Desenho de luz: Paulo Neto
Sonoplastia: Luís Viegas
Música: Beethoven (Sonata ao Luar)
Fotografia documental: Cláudio Alves
Fotografia de cena: Carlos Teles
Vídeo: Fragmenesis
Serralharia: Rui Ribeiro