31 out , 2015
SÁB
teatro Em memória ou a vida inteira dentro de mim Trigo Limpo teatro ACERT em Coprodução com os Gambozinos e Peobardos Grupo de Teatro da Vela O monólogo inspirado no universo de Vergílio Ferreira regressa ao palco da ACERT
Classificação
Maiores de 12
Duração
55minutos
Preço

7,50€ / Associado: 5€ / Desconto: 6€ / Desempregado: 2,50€

31 out , 2015
SÁB
O monólogo inspirado no universo de Vergílio Ferreira regressa ao palco da ACERT

teatro

Classificação
Maiores de 12
Duração
55minutos
Preço

7,50€ / Associado: 5€ / Desconto: 6€ / Desempregado: 2,50€

Calendarização

31 out
sáb
  (Palco do Auditório 1)
30 out
sex
  (Palco do Auditório 1)

Em memória ou a vida inteira dentro de mim

Trigo Limpo teatro ACERT em Coprodução com os Gambozinos e Peobardos Grupo de Teatro da Vela

Bem-vindos.

Não se sentem sem dizer boa noite, não virem costas sem se despedirem. A porta está aberta. A memória está de porta aberta, à espera de mim. Não me deixem aqui sem vir ao meu encontro. Não se desprendam sem saber que já chegaram. Aconcheguem-se. Olharmo-nos é a certeza de que em tudo existimos. Se não for nada disto, não regressem. O tempo deve estar na hora. Reconheço que temos que partir, foi para isso que viemos, é assim que aqui estamos. Bem-vindos até ao fim. Em memória é uma criação dos Gambozinos e Peobardos – Grupo de Teatro da Vela, em coprodução com o Trigo Limpo Teatro Acert. Esta junção artística nasce de uma ligação afetiva que começou nos espetáculos comunitários que a companhia de Tondela dirigiu no Teatro Municipal da Guarda entre 2006 e 2012. Da amizade nasceu a vontade de uma colaboração que se manifesta aqui através das palavras de Vergílio Ferreira. Em memória é um monólogo de Pompeu José com encenação de António Rebelo e Pedro Sousa.

Ficha técnica e artística

Texto a partir de “Até ao Fim” de Vergílio Ferreira
Dramaturgia: António Rebelo, Pedro Sousa e Pompeu José
Encenação: António Rebelo e Pedro Sousa
Interpretação: Pompeu José
Participação especial: António Rebelo e Pedro Sousa
Cenografia e design gráfico: Zétavares
Desenho de luz: Paulo Neto
Sonoplastia: Luís Viegas
Música: Beethoven, Sonata ao Luar
Fotografia documental: Cláudio Alves
Fotografia de cena: Carlos Teles
Vídeo: Fragmenesis
Serralharia: Rui Ribeiro