exposição O dia em que a terra se fez mar Fotografias de Tiago Miranda e textos de Raquel Moleiro

exposição

gratuito

Preço

Entrada gratuita

O dia em que a terra se fez mar

Fotografias de Tiago Miranda e textos de Raquel Moleiro

A 30 de março de 2019, um Boeing 767 fretado pela Cruz Vermelha Portuguesa preparava-se para descolar da base aérea de Figo Maduro com uma dezena de elementos da organização e outros tantos jornalistas. Um terço da cabine de passageiros era ocupada por estes, nos restantes bancos estavam cuidadosamente colocados caixotes e caixotes de medicamentos, material médico e utilitários. Mais do que uma evidência física (não cabia mais carga no porão), tinha a força de uma metáfora, cada banco estava ocupado por uma possível vida, de esperança e de solidariedade.

O avião dirigia-se para uma das maiores catástrofes que Moçambique sofria nos últimos anos. A tempestade Idai tinha engolido a zona da Beira, levado consigo centenas de vidas e destruído um número incalculável de recursos, numa terra onde todo o bem é escasso. É naquele avião, ainda estacionado em Lisboa que se inicia o relato visual que esta exposição pretende ser.

Livro "O dia em que a terra se fez mar" livro de Tiago Miranda e Raquel Moleiro

Com edição da ACERT este livro reune as fotografias e os textos dos dois autores, cujas vendas revertem integralmente para a Escola Secundária da Manga, na Beira, uma das mais atingidas pelo ciclone. O livro continua à venda ACERT. Comprem, ofereçam e partilhem!

Preço: 10€

Mais informações através do e-mail: producao@acert.pt

Ficha técnica e artística

Inauguração: Sáb, 8 fevereiro às 18:00
Galeria ACERT · Entrada Gratuita
Até 31 de março de 2020

 

3 perguntas…Tiago Miranda


Galeria de imagens